Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



CSI Lisboa - cenas dos próximos capítulos

Quinta-feira, 31.05.12
Já que estamos numa fase de polémicas, transcrevo aqui esta publicação do meu amigo Edgar Malveiro no 'Facebook' - com o aval do próprio - na qual se levantam questões tão sérias quanto pertinentes...
 
Quando a PIDE caiu muitos portugueses dirigiram-se às suas instalações para saber se o seu nome constava nos ficheiros. É natural que também agora muitos portugueses estejam interessados em conhecer a sua ficha, só que ainda não se percebeu muito bem se devem dirigir-se ao gabinete do Relvas, à sede da Ongoing, ou ao gabinete de Passos Coelho para onde também terão sido enviadas fichas, como sucedeu com a do Bernardo Bairrão.

Assim, faria sentido que o governo informasse os portugueses através do seu 'site', ou mesmo nos blogues dos assessores e adjuntos de Miguel Relvas, sobre o local onde devem dirigir-se para saberem a que conclusões chegaram os novos agentes da 'PIDE'.

«Num 'mail' enviado de Silva Carvalho para Paulo Félix (à data funcionário da Ongoing e ex-PJ), a 4 de Setembro de 2011, Francisco Pinto Balsemão, presidente da Impresa, aparece com um nome de código: Balsinhas. Nele, Silva Carvalho pede que vejam “em fontes abertas” tudo o que há “sobre o Balsinhas”, em particular sobre os empréstimos que tinha, em que bancos e quando venciam. Silva Carvalho argumenta que essa informação interessava à estrutura financeira e económica da Ongoing. Tempos depois, recebe um relatório detalhado de 31 páginas sobre Balsemão, que incluía uma cronologia com dados importantes da sua biografia, uma colectânea de recortes dos jornais, listas de amigos, inimigos, aliados e até considerações sobre a sua performance sexual.

Confrontado com estas informações que constam do processo-crime, Pinto Balsemão disse nunca ter suspeitado que tinha sido espiado e comparou esta situação a uma outra desencadeada pela PIDE.

Em declarações ao 'i', Balsemão disse estar indignado: “Ainda recentemente consultei os relatórios que a PIDE fez quando me espiava. Agora, quando vivemos em democracia, é muito mais grave. Nunca pensei que chegássemos a este ponto numa sociedade de direito democrático”.

O processo confirma ainda que um grupo dentro da Ongoing terá dado início a uma campanha no 'twitter' para difamar Balsemão: foram 1500 'tweets', com 900 're-tweets'.

Pelo menos uma vez terão sido usados meios ilegais para conhecer a vida privada de empresários concorrentes como “o estado de inquéritos criminais”, a “identificação de titulares de endereços de IP” e de “proprietários de veículos através da matrícula”. Mas os investigadores não conseguiram descobrir a quem se referia as iniciais N.C., a tal pessoa que a Ongoing mandou investigar.

Noutra situação, um ex-agente ao serviço da Ongoing serviu-se do estatuto de inspector da PJ “para obter o pagamento de uma dívida” em benefício de Isabel Rocha dos Santos. A mulher acabaria por pagar a dívida de quatro mil euros que teria servido para comprar um aspirador». [i]

«Silva Carvalho, o ex-director do Serviço de Informações Estratégicas de Defesa (SIED), apanhado no caso das secretas, fez jogos de charme junto de dirigentes político-partidários e não só, a fim de se insinuar para chefe máximo dos Serviços de Informações. Nos autos, consta um 'sms' enviado a Marco António Costa, à data vice-presidente do PSD, mostrando que o ex-espião tinha outras ambições ainda maiores: chegar a ministro. Só não revelava qual a pasta que desejava ocupar.

Nessa mensagem, enviada a 13 de Maio de 2011, nas vésperas das eleições legislativas, Silva Carvalho insinuava que o vice do PSD estaria a travar a sua vontade de ser ministro ou secretário-geral do SIRP. Apesar do grau de confiança que parecia existir entre os dois, já que Silva Carvalho o trata por tu, o homem do PSD e também membro de uma loja maçónica, parece que nem sequer tinha aquele número de telemóvel do ex-espião gravado». [i]

Parecer:

Que pena o rapaz não ter chegado a ministro...
 
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Pergunte-se se iam transformar a Madeira em Tarrafal».

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por oblogdopovo às 14:49


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.